Avaliação Qualitativa de Riscos Químicos

R$0,00

Descrição

Tanto a OIT (Organização Internacional do Trabalho), como a OMS reconheceram o potencial da abordagem pragmática do HSE e iniciaram um processo para adaptá-la e promovê-la internacionalmente a fim de contribuir para o alcance de seus objetivos preventivos em saúde ocupacional.

Um passo inicial foi adaptar o COSHH Essentials: Easy Steps to Control Health Risks from Chemicals para uso internacional sob a forma de um Toolkit. Por exemplo, a classificação toxicológica dos produtos químicos, nesta versão difundida internacionalmente, é também feita de acordo com o Sistema Globalmente Harmonizado de Classificação e Rotulagem de Produtos Químicos (GHS, do inglês, Globally Harmonized System of Classification and Labelling of Chemicals), ao passo que o HSE utiliza somente a Classificação Europeia pelas Frases R.

Este trabalho foi liderado pela Associação Internacional de Higiene Ocupacional (IOHA, do inglês In-ternational Occupational Hygiene Association) como uma contribuição ao Programa Internacional de Segurança Química (IPCS, do inglês International Programme on Chemical Safety), que envolve a OIT, a OMS e o PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente). Este primeiro Toolkit foi denominado International Chemical Control Toolkit (ICCT).

A abordagem adotada no ICCT foi inicialmente desenvolvida para lidar com a exposição ocupacional resultante da utilização de produtos químicos sob a forma de líquidos ou pós, o que ocorre frequente-mente em locais de trabalho muitas vezes sem nenhum controle.

Controlar a exposição aos mesmos já constitui um grande passo para a proteção da saúde dos trabalhadores.

Apesar de sua grande utilidade, este Toolkit tem suas limitações.

Deve-se lembrar que existem outros agentes químicos (por exemplo, gases resultantes de processos ou formados acidentalmente) e também outros fatores de risco.

Aliás, Toolkits para outros fatores de risco já estão sendo desenvolvidos.

Esta abordagem deve ser considerada como um instrumento a mais para a prevenção e utilizada no contexto de programas abrangentes de prevenção e controle.

O principal objetivo das organizações internacionais, ao promoverem o ICCT, é motivar os países a concentrarem maiores esforços em prevenir exposição aos fatores de risco e a fazê-lo mesmo quando avaliações quantitativas não são possíveis.

Muitas vezes, uma ação preventiva rápida pode salvar vidas.

 

PáginasTipo de ArquivoIdiomaAutor
Número de páginas: 270 páginas
Tipo de arquivo: PDF
Idioma: Português
Website: http://www.fundacentro.gov.br/

 

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Avaliação Qualitativa de Riscos Químicos”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up