Segurança e Saúde no Trabalho Florestal

R$0,00

Descrição

O trabalho florestal continua sendo, na maioria dos países, um dos setores industriais mais perigosos.

Há em todo o mundo tendências desalentadoras relativas a crescentes e cada vez mais elevados índices de acidentes e de doenças profissionais e à idade precoce com que os trabalhadores florestais são forçados a se aposentar.

Entretanto, existem claros indícios de que é possível fazer com que o trabalho florestal seja desempenhado em condições de segurança e saúde.

Muitos membros da OIT reconhecem que a segurança no trabalho não constitui apenas um imperativo ético, mas é também rentável e de bom senso.

Além disso, a segurança do trabalho nas atividades florestais é um pré-requisito para o manejo florestal ambientalmente adequado e para a boa utilização dos recursos naturais.

Neste sentido, governos, empresas e organizações de empregadores e trabalhadores estão dispostos a fazer algo a respeito.

Este documento não constitui um instrumento legal para substituir a legislação nacional.

Foi concebido para orientar os membros da OIT no seu objetivo de melhorar as condições de segurança e saúde nas atuações de seus setores florestais nacionais ou nas empresas.

Baseado na experiência internacional, este documento pretende ser relevante e viável na maioria dos países e das empresas, de modo a proteger os trabalhadores dos perigos no trabalho florestal e evitar ou reduzir a incidência de doenças ou lesões profissionais.

As idéias práticas que contém podem ser úteis mesmo a países e empresas que possuem estratégias de prevenção bem implantadas, mas é particularmente valioso para os que necessitam de regulamentos e diretrizes apropriados.

O presente código de práticas foi elaborado em uma reunião de especialistas dos países de grande produção madeireira, realizada em Genebra, de 23 a 30 de Setembro de 1997.

De acordo com decisão do Conselho de Administração da OIT, em sua 265a sessão (março de 1996), fizeram parte da reunião trinta especialistas (dez deles após consultas com os governos, outros dez após consultas com o grupo dos empregadores e os dez restantes após consultas com o grupo de trabalhadores do Conselho de Administração)

Abrange todos os tipos de trabalhadores florestais, incluindo os grupos cujas estatísticas de acidentes se situam acima da média.

 

PáginasTipo de ArquivoIdiomaAutor
Número de páginas: 174 páginas
Tipo de arquivo: PDF
Idioma: Português
Website: http://www.fundacentro.gov.br/

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Segurança e Saúde no Trabalho Florestal”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up