PORTARIA Nº 1.001, DE 4 DE SETEMBRO DE 2019

DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO

Publicado em: 05/09/2019 | Edição: 172 | Seção: 2 | Página: 21

Órgão: Ministério da Economia/Secretaria Especial de Previdência e Trabalho/Secretaria de Previdência

 

O SECRETÁRIO ESPECIAL DE PREVIDÊNCIA E TRABALHO DO MINISTÉRIO DA ECONOMIA, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo art. 71, inciso I, do Decreto nº 9.745 de 8 de abril de 2019, resolve

Art. 1º Instituir Grupo de Altos Estudos do Trabalho – GAET (Processo nº 19964.104311/2019-03), no âmbito da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, com o objetivo de avaliar o mercado de trabalho brasileiro sob a ótica da modernização das relações trabalhistas e matérias correlatas.

Art. 2º O GAET será composto pelos seguintes membros:

I – Bruno Silva Dalcolmo – Secretário de Trabalho, Coordenador-Presidente;

II – Agostinho do Nascimento Netto – Consultor Jurídico de Direito Trabalhista – PGFN;

III – Adolfo Sachsida – Secretário de Política Econômica do Ministério da Economia;

VI – Ricardo Paes de Barros – Professor do INSPER;

V – Carlos Henrique Leite Corseuil – Coordenador de Estudos de Trabalho do IPEA;

VI – Ives Gandra Martins Filho – Ministro do Tribunal Superior do Trabalho;

VII – Ana Luiza Fischer Teixeira de Souza Mendonça – Juíza do Trabalho do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região;

VIII – Felipe Mêmolo Portela – Presidente da Fundacentro;

IX – Miguel Cabrera Kauam – Diretor de Programa da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho;

X – Helio Zyberstajn – Professor da USP;

XI -Wolnei Tadeu Ferreira – Advogado Trabalhista, Sindical e Previdenciário.

Art. 3º O GAET contará com 04 (quatro) Grupos de Estudos Temáticos – GET, que se dedicarão ao estudo de temas específicos, como se segue:

I – Grupo de Estudo de Economia do Trabalho.

a) Eficiência do mercado de trabalho e das políticas públicas para os trabalhadores;

b) Informalidade;

c) Rotatividade;

d) Futuro do trabalho e novas tecnologias.

II – Grupo de Estudo de Direito do Trabalho e Segurança Jurídica.

a) Simplificação e desburocratização de normas legais;

b) Segurança jurídica;

c) Redução da judicialização.

III – Grupo de Estudo de Trabalho e Previdência.

a) Insalubridade e Periculosidade;

b) Regras de notificação de acidentes de trabalho – CATs;

c) Nexo Técnico Epidemiológico;

d) Efeitos previdenciários de decisões da Justiça do Trabalho;

e) Direitos do trabalhador decorrentes de benefícios previdenciários.

IV – Grupo de Estudo de Liberdade Sindical.

a) Formato de negociações coletivas;

b) Representatividade nas negociações coletivas;

c) Registro sindical.

§ 1º O GAET ou os GETs poderão abordar outros temas que avaliem como relevantes em suas atividades e no relatório final, sem prejuízo do disposto nos incisos de I a IV.

§ 2º O GET de Economia do Trabalho será composto pelos membros abaixo relacionados:

I – Ricardo Paes de Barros – Professor do INSPER – Coordenador;

II – Carlos Henrique Leite Corseuil – Coordenador de Estudos e Pesquisa em Trabalho e Renda (IPEA) – Coordenador adjunto;

III – José Marcio Antônio Guimarães de Camargo – Professor do Departamento de Economia da PUC-RJ;

IV – André Portela Fernandes de Souza – Professor da Escola de Economia de São Paulo da FGV-SP;

V – Ana Lúcia Kassouf – Professora do Departamento de Economia da ESALQ/USP;

VI – Miguel Nathan Foguel – Pesquisador de Estudos de Trabalho – DISOC/IPEA.

§ 3º O GET de Direito do Trabalho e Segurança Jurídica será composto pelos membros abaixo relacionados:

I – Ives Gandra Martins Filho – Ministro do Tribunal Superior do Trabalho – Coordenador;

II – Ana Luiza Fischer Teixeira de Souza Mendonça – Juíza do Trabalho do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região – Coordenadora Adjunta;

III – Douglas Alencar Rodrigues – Ministro do Tribunal Superior do Trabalho;

IV – Bento Herculano Duarte Neto – Desembargador do TRT 21ª Região;

V – João Bosco Pinto Lara – Desembargador do TRT da 3ª Região;

VI – Sônia Aparecida Costa Mascaro Nascimento – Desembargadora do TRT da 2ª Região;

VII – André Araújo Molina – Juiz do TRT da 23ª Região;

VIII – Rodrigo Dias da Fonseca – Juiz do TRT da 18ª Região;

IX – José Eduardo Duarte Saad – Advogado trabalhista;

X – Antônio das Dores Pereira da Silva – Assessor legislativo.

§ 4º O GET de Trabalho e Previdência será composto pelos membros abaixo relacionados:

I – Felipe Mêmolo Portela – Presidente da Fundacentro – Coordenador;

II – Miguel Cabrera Kauam – Diretor de Programa da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho – coordenador adjunto;

III – Carlos Gustavo Moimaz Marques – Procurador Federal – Chefe da Subprocuradoria Regional do INSS em São Paulo;

IV – Zélia Luiza Perdoná – Procuradora Regional da República da 3ª Região;

V – Fernando Gallego Dias – Auditor Fiscal do Trabalho;

VI – Orion Savio Santos de Oliveira – Coordenador-Geral de Benefícios e Reabililitação Profissional da Secretaria de Previdência;

VII – Adauto de Oliveira Duarte – Diretor de Políticas e Relações Trabalhistas da Febraban;

VIII – Reinaldo de Francisco Fernandes – Advogado, doutor em Direito do Trabalho (USP).

§ 5º O GET de Liberdade Sindical será composto pelos membros abaixo relacionados:

I – Helio Zylberstajn – Professor da USP – Coordenador;

II – Wolnei Tadeu Ferreira – Advogado Trabalhista, Sindical e Previdenciário, Administrador de Empresas – Coordenador Adjunto;

III – Luiz Carlos Amorim Robortella – Advogado Trabalhista, Doutor em Direito do Trabalho (USP);

IV – Nelson Mannrich – Professor de Direito do Trabalho da USP;

V – Magnus Ribas Apostolico – Administrador de Empresas, especialista em negociações trabalhistas;

VI – Allencar Naul Rossi – Advogado Trabalhista;

VII – Antoniom Galvão Peres – Advogado Trabalhista, Doutor em Direito do Trabalho.

Art. 4º O Grupo de Altos Estudos de Trabalho se reunirá ordinariamente a cada 04 (quatro) semanas e extraordinariamente, a qualquer tempo, mediante convocação do Secretário de Trabalho da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Art. 5º Os Grupos de Estudos Temáticos se reunirão ordinariamente de forma quinzenal e extraordinariamente, a qualquer tempo, mediante convocação de sua coordenação.

Art. 6º A critério do Coordenador-Presidente e dos demais coordenadores, poderão ser convidados outros especialistas para participar das discussões do GAET ou dos GETs, em especial:

I – Representações de Trabalhadores;

II – Representações de Empregadores;

III – Universidades;

IV – Organismos Internacionais.

Art. 7º Cada GET produzirá relatório decorrente das discussões, diagnósticos, referências bibliográficas, além de projeções e estimativas, quando couberem.

§ 1º Os coordenadores e coordenadores-adjuntos de cada GET serão os responsáveis pela elaboração do relatório mencionado no caput.

§ 2º Os relatórios deverão ser encaminhados ao Secretário de Trabalho pelos coordenadores dos GETs no prazo de 60 dias, a contar da data de publicação desta portaria.

Art. 8º A participação no GAET ou nos GETs será considerada prestação de serviço público relevante, não remunerada.

Art. 9º O GAET e os GETs poderão contar, para o desenvolvimento dos trabalhos, com o apoio técnico necessário da Fundacentro, da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Art. 10. Tanto o GAET quanto os GETs terão apoio administrativo da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, por meio da Coordenação-Geral de Colegiados, da Subsecretaria de Assuntos Coorporativos.

Art. 11. O GAET terá prazo de 90 (noventa dias), a contar da data de publicação desta Portaria, para apresentar suas propostas ao Secretário Especial de Previdência e Trabalho.

Parágrafo único. O prazo previsto no caput poderá ser prorrogado por ato do Secretário Especial de Previdência e Trabalho, por até 30 dias.

Art. 12. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

ROGÉRIO MARINHO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up